terça-feira, 18 de agosto de 2015

Qual Mark Twain


A Vida é curta e eu já vou a mais de meio da caminhada;

Quebrei, quebro e quebrarei SEMPRE as regras;

Beijo "devangarinho" e em pensamento todos à minha volta;

Amo intensamente SEMPRE;

Sou uma esganiçada a rir, e rio muito alto (demasiado);

Não me arrependo de NADA, nem do que me fez (eventualmente) chorar.

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Colapsar

As férias estão à porta
O serviço está dentro da porta
Eu bato com a cabeça na porta (quemáfodo)

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Livrai-me Senhor dos seus dotes culinários

Chegas a casa depois de um dia de trabalho brutal;
Chegas a casa com uma dor de cabeça fantástica;
Entras em casa e vês filetes de pescada a descongelar.... (foda-se, qué'isto? estarei tola? não foi esta merda que planeei para a noite);
Mediante o teu olhar de terror como se o peixe te fosse iscar um chispe, o marido responde: não me apeteceu o que deixaste, este peixinho vai ser melhor, não achas?
Sim... mas vou tomar banho já, ok? estou com a cabeça aos papos. E vamos comer isso com quê?
Com salada russa, vai, eu faço isto!
A sério que fui aterrorizada para a banheira mas... pelo menos a dor de cabeça abrandou (só até regressar à cozinha! caputa de pandemónio! Sinhores.... é que tenho a máquina de lavar louça avariada.


Eis a prova:
Somos só 4! (a estrelinha mais nova quase só cheira a comida)


Biquíni ou fato de banho? (sem truques)



A esta questão respondi aqui há uns tempos como comentário num pardieiro muito conhecido, convencida que estaria tão somente quanto as outras tantas, a opinar só por que sim, sem que daí adviesse qualquer contra-comentário menos próprio tanto que a questão é muito sensível por si só, quanto mais se for sujeita à crítica alheia de pessoas do mesmo género.
Respondi sinceramente: fato de banho. Levei (ou levamos, as que tiveram a ousadia de admitir que há partes do seu corpo que preferem esconder) com um arrebatador: dispam-se de preconceitos e aprendem a ser mulheres (e merdas deste tipo, que agora dá-me muito trabalho ir procurar o comentário da caramela).  Eu, que estrebucho por todo o lado a extremismos sejam eles quais forem, fiquei quietinha, li aquela merda aí umas quantas vezes e de seguida apaguei o meu comentário…. Podia ter respondido tanta merda àquela “coisa de gente”. Podia ter-lhe dito que de posições extremas só gosto na cama, que de boca assim cheia um dia ainda se engasga e se fode que ninguém lhe dá uma palmadinha no costado, que se cuspir assim de forma tão pronta, um dia a vida devolve-lhe um escarro valente daqueles bué da’verdes. Podia ter-lhe dito que algumas mulheres usam fato de banho não porque não queiram que os outros as vejam, mas porque elas próprias não se querem ver, não querem a cada olhadela às suas panças recordarem-se do estilo de vida que levam, que não comem a horas certas, nem de forma certa, que por vezes nem comem e outras se enfardam durante a noite porque têm que estar alerta para ver se a febre das crias não sobe; que não têm tempo para ginásios porque têm 2 empregos, são voluntariosas e trabalham em beneficio de quem não conhecem pessoalmente. Que dormem pouco porque têm a cabeça a mil, porque não podem falhar em nenhuma das múltiplas tarefas a que se propõem todos os dias, que aceitam todo os desafios e estão presentes para todos os seus amigos e amigas sempre que delas precisam…. Enfim, tanta coisa que eu lhe poderia ter respondido, mas não. Simplesmente apaguei o meu comentário porque me ia dar uma trabalheira do caralho mandá-la comer um cagalhão.

terça-feira, 4 de agosto de 2015

Ai o Jorge Mendes e a Esposa e as ruas e o dinheiro e o catano

O Jorge Mendes casou, faroleiro! (eeeeeeeeeeeeee? eu também casei e sou muito feliz desde então)
O Jorge Mendes gastou uma pipa de massa na boda, esbanjador! (eeeeeeeeeeeeee?eu tive um festa pobrezinha, era o que dava)
O Jorge Mendes mandou fechar as ruas de acesso a Serralves, cromo que tem a mania que é rico! (eeeeeeeeeeeeee? eu fechei o portão da casa onde fiz a festa)
O Jorge Mendes teve uma ilha de prenda, se isto se admite! (eeeeeeeeeeeeee? eu tive uns copinhos de vidro, que cristal é caro)
A mulher do Jorge Mendes tem um cabelo supé comprido, parece uma barbie! (eeeeeeeeeeeeee? eu também deixei crescer o cabelo para o meu casamento)
A mulher do Jorge Mendes tem umas mamas grandes (eeeeeeeeeeeeee? só lhe queria 1/3, só tive direito aos desenhos)
Quero lá saber se tem, se gasta, se come, se caga.
A única coisa que me fode a cabeça é como é possível um padre ter casado alguém que vive em pecado há muito tempo. A Igreja para uns caga leis, para outros come as leis que caga. Sáfoder pá.